acessibilidade

História

A Cidade de São Luís de Montes Belos, originou-se da antiga fazenda do mesmo nome. Essa fazenda data-se de 1857, quando o Governo de Goiás determinou a construção de uma estrada partindo da Capital da Província e indo com destino ao Sudoeste Goiano e ao Estado do Mato Grosso.

O Serviço de construção dessa estrada foi entregue ao Engenheiro João Neto de Campos Carneiro, que tinha como encarregado de lhe dar assistência o engenheiro prático Vicente Ferreira Adorno.

A medida que iam desbravando, foram dando nomes a córregos, serras, matas, relacionando-os com um acontecimento ou data referente ao dia.

Encontrando o córrego Santana, paralelo a serra com picos muito finos, cujos montes eram e ainda são cobertos de capim verde, deram-lhe o nome de São Luís de Montes Belos (por ser o dia de São Luís Gozaga) e à margem direita desse córrego construíram uma fazenda que se tornou famosa pela lavoura de cana-de-açucar e criação de gado.

Quando se obteve a abertura política, ou seja, houve a queda do Estado novo implantado por Getúlio Vargas, veio a constituinte que lhe deu liberdade de criar novos municípios e distritos, que antes era restrito ao Presidente da República.

Após essa abertura política proveniente do Governo Federal, foi criado o município de Firminópolis que, naquela época, era povoado de muita influencia comercial de cereais e quis tomar para si a parte de terra onde encontrava-se localizada a cidade de São Luís de Montes Belos. Essas terras pertenciam ao distrito de Mossâmedes, município da cidade de Goiás e como José Netto Cerqueira Leão Sobrinho era vereador em Goiás, representante desta região, os fazendeiros apelaram para ele denunciando a invasão de Firminópolis.

José Netto Cerqueira Leão Sobrinho se dirigiu à região e, juntamente com seus companheiros, fizeram na casa do Sr. Zeca Netto a 1ª reunião que se deu no dia 06 de Julho de 1948, onde foram feitos planejamentos e iniciou-se uma arrecadação de dinheiro para a luta pela emancipação de São Luís de Montes Belos.

O Povo integrou-se ao movimento e emancipação e José Netto Cerqueira Leão Sobrinho sentindo essa mobilização, fez uma exposição da situação à Câmara Municipal e ao Prefeito de Goiás, que naquela época era o Sr. Hermógenes Ferreira Coelho que deu parecer favorável a causa definida pelos pioneiros montebelenses.

Recebendo a autorização do Prefeito para que agisse, o primeiro passo foi dado com a verificação de terrenos. O Sr. José Luiz Júnior, verificando que suas terras eram propícias para a edificação da cidade, doou partes delas e, juntamente com outras terras adquiridas, deu-se início à cidade. Fizeram inicialmente um barracão onde instalaram uma farmácia, um dormitório, um alojamento para o pessoal, um armazém, um açougue e um cômodo para servir de cadeia.

Naquele mesmo mês (Julho), “papéis da emancipação de São Luís” entraram na Câmara Municipal de Goiás, no dia 4 de outubro de 1948 foi votada a Lei que emancipou o município de São Luís de Montes Belos. No dia 17 de janeiro o município foi instalado.

Cinco anos mais tarde, após muita luta, o Município ganhou autonomia própria, através da Lei n. 805, assinada no dia 12 de Outubro de 1953.

De sua emancipação até os dias atuais, a cidade cresceu num ritmo rápido e coordenado. Durante estes anos a cidade de São Luís de Montes Belos, recebeu inúmeros imigrantes que para cá vieram construir a história desta terra.

Espelho d’agua

São Luís de Montes Belos

Fundação: 1857
Aniversário: 12 de outubro
Gentílico: monte-belense
População: 34.488 habitantes
Área: 829,620 km²